Grupo Boticário

Fabiana de Freitas, gerente do departamento jurídico do Grupo Boticário, revela que o processo de escolha do sistema Espaider obedeceu a um criterioso planejamento que envolveu profissionais das áreas jurídica e de TI. “Fizemos um árduo trabalho com o departamento de TI. Hardware e software foram avaliados por meio de um processo organizado de entrevistas com os fornecedores. Foi feito o desenho do processo que pretendíamos e a avaliação do que precisava ser customizado para atender às nossas expectativas. TI, Espaider e Jurídico formaram um time de trabalho em que o planejamento foi o grande diferencial do sistema que temos hoje, uma vez que o resultado do sistema depende também de sua utilização correta, de ter a equipe e seus usuários sempre bem treinados para que se extraia os melhores resultados da ferramenta, que deve evoluir junto com as demandas.”
 
A escolha pelo Espaider teve como base a avaliação de uma série de componentes técnicos e estratégicos.
“O Espaider contemplou o maior número de requisitos que compunham aquilo que desejávamos num sistema para atender a nossa área. As aquisições foram paulatinas na medida em que íamos implementando o projeto, treinando e internalizando o sistema”, destaca Fabiana.
 
Fonte: Revista Gestão Jurídica - 7ª ed.
 


Publicado em: 04/07/2018 12:18:00

Entre em contato